quinta-feira, 19 de abril de 2012

Quem é o mais sortudo?

Estava meditando e pensando, qual o critério para definirmos uma pessoa sortuda? Será que é aquela que ganha na megasena acumulada? ou será aquela que tem uma beleza ou uma habilidade extraordinária?
Entendi pelo Espírito de Deus que a maior sorte que podemos ter é sermos escolhidos por Deus! Jesus disse: Do que vale o homem ganhar o mundo inteiro e perder a sua alma? Sorte tiveram todos aqueles que ao saberem que Jesus iria passar por aquele lugar não ficaram parados, mas se levantaram e tiveram uma atitude que chamou a atenção Dele. Assim como a mulher com fluxo de sangue, o cego Bartimeu e Zaqueu.
O resultado foi milagres e salvação. Jesus disse na casa de Zaqueu, "hoje houve salvação nessa casa".
Lembre-se que o nossa valor está em Cristo. Medite neste texto:

Porque já estais mortos, e a vossa vida está escondida com Cristo em Deus. Quando Cristo, que é a nossa vida, se manifestar, então também vós vos manifestareis com ele em glória.Colossenses 3:3-4
Deus te abençoe.

segunda-feira, 25 de julho de 2011

Mostrando-se Forte no Dia da Angústia


Texto: Provérbios 24.1-10

Introdução: O fracasso é uma experiência que faz parte da vida de qualquer ser humano.

Todos nós já enfrentamos situações de fracasso, pois isto faz parte da vida de todos
aqueles que desejam vencer. Por isso devemos enxergar o fracasso como uma
oportunidade para encontramos o caminho da vitória confiando que o Senhor nos livra
de todas as aflições: “Muitas são as aflições do justo, mas o SENHOR o livra de todas”
(Sl 34.19).

1. SENDO A PESSOA CERTA NO LUGAR CERTO
O profeta Jonas é um típico caso da pessoa certa que se colocou no lugar errado.

Para Deus ele era a pessoa certa para anunciar a destruição da cidade de Nínive.
Porém, ao invés de obedecer e se colocar no lugar certo, ele decidiu fugir demonstrando
fraqueza diante da angustia.
Só depois que reconheceu o seu erro e confessou o seu pecado, Jonas restaurou a

sua força e confiança em Deus, pois ele era a pessoa certa que precisava entender que o
lugar certo era estar no centro da vontade de Deus.
Em todas as coisas e para todas as pessoas Deus tem um plano com missão, tempo e local.

Por isso precisamos ser para Deus a pessoa certa no lugar certo e nunca nos desesperarmos
diante dos momentos de lutas e aflições, pelo contrário, devemos nos mostrar fortes em todas as
situações.

2. TENDO O OBJETIVO E O FOCO CERTO
Deus criou cada pessoa com um objetivo e só alcançaremos este objetivo se nos submetermos

aos propósitos que Ele traçou. Devemos agir como o ap. Paulo que não deixava que as
situações adversas tirassem o seu ânimo, mas prosseguia para conquistar o prêmio reservado
por Deus.” Não que já a tenha alcançado, ou que seja perfeito; mas prossigo para alcançar
aquilo para o que fui também preso por Cristo Jesus. Irmãos, quanto a mim, não julgo que
o haja alcançado; mas uma coisa faço, e é que, esquecendo-me das coisas que atrás
ficam, e avançando para as que estão diante de mim, Prossigo para o alvo, pelo prêmio da
soberana vocação de Deus em Cristo Jesus” (Filipenses 3.12-14).
Focar é priorizar e Jesus nos ensinou a priorizar o reino de Deus em nossa vida. Se fizermos

isto, as outras coisas serão acrescentadas, veja Mateus 6.33: “Mas, buscai primeiro o reino de
Deus, e a sua justiça, e todas estas coisas vos serão acrescentadas”. Infelizmente muitos
tem se dispersado priorizando outras coisas em suas vidas e acabam enfrentando o
fracasso. Por isso priorize sempre o Reino de Deus em sua vida.

3. TENDO COMPROMISSO E DISPOSIÇÃO
Compromisso exige dedicação e envolvimento. Jesus ensinou que o nosso coração

estará onde estiverem as nossas prioridades (Mt 6.21). Por isso devemos fazer tudo de
todo o coração, como para o Senhor e não para homens" (Cl 3.23). Isto nos manterá fortes
diante das dificuldades;
Muitos têm fracassado porque não têm disposição para mudar. Mas não podemos

esquecer que a salvação em Jesus só é conseguida por aqueles que assumem o compromisso
com Cristo e se arrependem dos seus pecados. Isto provoca a mudança em nossa
mente, sentimentos e atitudes nos fazendo caminhar em "novidade de vida" veja “De sorte
que fomos sepultados com ele pelo batismo na morte; para que, como Cristo foi ressuscitado
dentre os mortos, pela glória do Pai, assim andemos nós também em novidade de vida” (Rm 6.4).

Conclusão: Se nos mostrarmos fracos diante das adversidades, demonstraremos que não

temos força alguma. Por isso devemos nos manter fortes em todas as circunstâncias,
sendo a pessoa certa no lugar certo, tendo objetivos e foco certo e acima de tudo,
compromisso e disposição para seguir Jesus.
Prs. Jário e Lúcia

quinta-feira, 21 de julho de 2011

Determinação, a chave da vitória

Texto: Ex. 7, 8, 9,10 e 11
 
Introdução: É interessante e ao mesmo tempo estranhas as formas de Deus se manifestar na história humana; o que pra nós muitas vezes constitui-se num grande conflito e problema, para Deus significa apenas mais um ato da sua soberana vontade sobre nós. Muitas vezes encontramos dificuldades de entender os planos e propósitos de Deus nas nossas vidas, principalmente quando as coisas começam a dar errado, quando portas se fecham diante de nós, quando entramos num período de adversidades e tribulações.
 
O esperar em Deus para nós, muitas vezes constitui-se numa tortura psicológica, emocional e espiritual. Davi teve que aprender por diversas vezes a esperar no Senhor e crer na sua solução, ele não desistiu dos seus sonhos, mas aprendeu a perseverar em Deus. Sl. 42 e 62.
 
1. Deus poderia ter convencido a Faraó desde a primeira praga, mas Ele queria manifestar a sua glória e o seu poder nas terras do Egito e na vida de Moisés também. Moisés, já tinha se demonstrado fraco e cheio de evasivas em Midiã e incapaz de executar os planos de Deus. As dez pragas era um teste de perseverança para ele.
 
2. Outro fato digno de nota foi a história de Naamã registrada em 2º Rs 5. Ele recebeu uma direção de Deus, através do profeta Elizeu, para que se banhasse sete vezes no Rio Jordão. Ele poderia ser curado na primeira vez, mas Deus queria tratar o caráter de Naamã, por isso ele teve que fazer sete tentativas para receber o seu milagre.
 
3. Ainda podemos citar a história da conquista de Jericó por Josué, registrada em Js. 06, quando Deus mandou Josué rodear a cidade durante sete dias e no sétimo dia, sete vezes para que as muralhas de Jericó caíssem. Destarte, eles tentaram sete vezes para que Jericó fosse conquistada.
 
4. Pedro já havia tentado pescar durante toda a noite, imagine quantas vezes que ele já tinha lançado as redes! Mas quando Jesus deu a ordem para que ele lançasse as redes novamente, não hesitou, lançou novamente as redes e pescou uma grande quantidade de peixes, possivelmente, tenha sido a maior pesca de toda sua história. Lc 5.1-11
 
5. Precisamos aprender a fazer novas tentativas ou a tentar várias vezes até que as portas se abram e as conquistas aconteçam. Não podemos dar crédito ao conceito racionalista que é o chamado: conceito das três tentativas. Muitas pessoas estão fracassadas e paralisadas na vida porque usaram estes argumentos: Já tentei três vezes, já perdoei três vezes, já falei com meu filho três vezes, Já tentei o vestibular, três vezes, já tentei estudar três vezes, já tentei salvar meu casamento três vezes, já tentei tal emprego ou negócio três vezes. Tal conceito não se trata de princípio bíblico, mas, mero racionalismo e filosofia humanista. Precisamos tentar quantas vezes for necessário para que as bênçãos venham até nós.
 
6. Thomas Edson tentou mais de 2000 vezes para conseguir a inventar a lâmpada elétrica. E quando alguém disse para ele: você fracassou! Ele respondeu: Não fracassei apenas descobri mais de 2000 formas de não se inventar a lâmpada elétrica.
Minha Mãe criou seis filhos e depois dos quarenta anos foi estudar, fez vestibular três vezes e não passou, mas não se deu por vencida. Na quarta tentativa ela passou. Estudou, se formou, trabalhou, fez mais de dez concursos e passou em quase todos eles, aposentou-se como funcionária pública estadual e até hoje continua tentando, está próspera e bem sucedida. Está melhor de vida do que alguns dos seus filhos.
 
7. A mãe de Beethoven, já tinha tentado gerar um filho por três vezes, e tinha sofrido três abortos, mas na quarta tentativa gerou um dos maiores músicos da história, chamado Beethoven.
 
8. Abraham Lincoln tentou dez vezes para chegar à presidência dos estados Unidos.
 
9. A Pastora Ludmila Ferber compôs um lindo cântico que diz: Não desista não pare de crer, os sonhos de Deus jamais vão morrer, não desista não pare de lutar, não pare de adorar, levanta os seus olhos e vê, Deus está restaurando seus sonhos e a sua visão. Aleluia! Lembre-se, Moisés tentou dez vezes para ter a solução de Deus, Naamã sete vezes, Josué sete vezes, Pedro inúmeras vezes. E você quantas vezes já tentou.
 
Conclusão: Creia que você não fracassou tudo que se passou com você até aqui, foram caminhos e situações determinadas por Deus para tratar o seu caráter e fazer de você um grande vencedor. Creia também que em todas as suas tentativas Deus sempre esteve e estará presente. Continue tentando até a benção chegar.
Pr. Paulo Cézar Martins – Comunidade Evangélica de Itaperuna - RJ

quinta-feira, 7 de julho de 2011

Histórias de Uma Cidade

Meditação: O SENHOR é bom, é fortaleza no dia da angústia e conhece os que nele se refugiam. (Naum 1:7)
Pensamento: Tão certo como o julgamento de Deus é a Sua misericórdia.
Leitura: Naum 1.
Mensagem:
Histórias de Uma Cidade
            O livro de Jonas tem a elaboração de um grande roteiro de cinema. Contém um profeta fugitivo, uma terrível tempestade no mar, o profeta engolido por um grande peixe, Deus poupando a vida do profeta, e o arrependimento de uma cidade pagã.
            Mas a continuação de Jonas – o livro de Naum – poderia não ser tão popular. Naum ministrou em Nínive como Jonas, mas cerca de 100 anos mais tarde. Dessa vez, os ninivitas não tinham interesse em arrependimento. Devido a isso, Naum condena Nínive e proclama julgamento sobre o povo.
            À Nínive que se recusava a arrepender-se, o profeta pregou: “O SENHOR é tardio em irar-se, mas grande me poder e jamais inocenta o culpado…” (Naum 1:3). Mas, Naum também tinha uma mensagem de misericórdia. Para confortar o povo de Judá, ele proclamou: “O SENHOR é bom, é fortaleza no dia da angústia e conhece os que nele se refugiam” (Naum 1:7).
            Vemos nas histórias de Jonas e Naum, que cada nova geração traz consigo a necessidade de uma resposta individual a Deus. A vida espiritual de uma pessoa não pode ser dada a outra; cada um de nós, precisa, de vontade própria, escolher servir ao Senhor, do fundo do coração. A mensagem de Deus é tão nova hoje quanto foi há centenas de anos: Julgamento para os que não se arrependem, mas misericórdia para os arrependidos. Qual será a sua resposta?
FONTE:
H. Dennis Fischer

quarta-feira, 6 de julho de 2011

De Dentro Para Fora

Meditação: Vós já estais limpos pela palavra que vos tenho falado. (João 15:3)
Pensamento: A confissão a Deus traz a purificação divina.
Leitura: João 15:1-8.
Mensagem:
De Dentro Para Fora
            Durante uma conferência internacional de editores, um jovem francês descreveu sua experiência num evento de autógrafos. Uma mulher pegou um dos seus livros, folheou-o e exclamou “Finalmente, uma história limpa!”. Gentilmente, ele respondeu “Eu escrevo limpo porque penso limpo. Não é um esforço”. O que ele expressava por escrito provinha do seu interior, onde Cristo havia alterado o âmago da sua vida.
            João 15 registra o ensinamento de Jesus aos Seus discípulos: permanecer nele é o único meio para uma vida frutífera. Em meio à Sua parábola da vinha e dos ramos, Jesus disse: “Vós já estais limpos pela palavra que vos tenho falado” (João 15:3). O estudioso da Bíblia W. E. Vine diz que a palavra grega para limpo significa “isento de mistura impura, sem defeito ou mancha”.
            Um coração puro é o resultado do trabalho de Cristo; somente no Seu poder conseguimos permanecer limpos. Falhamos com frequência, mas “… se confessarmos os nossos pecados, ele é fiel e justo para […] nos purificar de toda injustiça” (1 João 1:9). A renovação é um trabalho interior.
            Jesus nos tornou limpos através do Seu sacrifício e da Sua Palavra. Quando permanecemos em Cristo, nossas falas e ações que aos outros parecem renovadas e puras fluem do nosso interior.
FONTE:
David C. McCasland

terça-feira, 5 de julho de 2011

Má Escolha

Meditação: Muitos dos que dormem no pó da terra ressuscitarão, uns para a vida eterna, e outros para vergonha e horror eterno. (Daniel 12:2)
Pensamento: O mesmo Cristo que fala sobre as glórias do céu, também descreve os horrores do inferno.
Leitura: Apocalipse 20:11-15.
Mensagem:
Má Escolha
            O apresentador Larry King perguntou a uma estrela de TV com idade já avançada, sobre o céu. King prefaciou sua pergunta referindo-se ao evangelista Billy Graham, que lhe havia dito “saber o que estava por vir. Seria o paraíso e ele iria para o céu”.
            King perguntou ao seu convidado, em que ele acreditava, e este respondeu: “Eu gostaria de muita atividade. O céu soa plácido demais para mim, no inferno há muito a se fazer”.
            Infelizmente, este não é o único homem que pensa que a existência no reino de Satanás é um destino melhor. Já ouvi pessoas falarem que prefeririam estar no inferno, pois é lá que todos os seus amigos estarão. Uma pessoa escreveu, “se o inferno fosse real, não acredito que seria ruim, pois muitas pessoas interessantes estariam lá”.
            Como podemos convencer as pessoas de que estão enganadas dessa maneira e que o inferno e seus horrores devem ser evitados? Talvez, alertando-as sobre as realidades do inferno apresentadas nas Escrituras. O livro de Daniel 12:2 descreve o inferno como um lugar de “… vergonha e horror eterno”. O livro de Lucas 16:23 fala sobre “tormentos”. Mateus 8:12 descreve “… choro e ranger de dentes”. E Apocalipse 14:11 diz que não haverá “… descanso algum”.
            As verdades ensinadas na Bíblia não permitem que alguém pense que o inferno possa ser um bom lugar. Explicando, rejeitar a Jesus e enfrentar a eternidade no reino de Satanás é uma má escolha.
FONTE:
J. David Branon

domingo, 3 de julho de 2011

O Que Realmente Importa

Meditação: Pois que aproveitará o homem se ganhar o mundo inteiro e perder a sua alma?… (Mateus 16:26)
Pensamento: À luz da eternidade, o que a pessoa crê é bem mais importante do que aquilo que conquista.
Leitura: Mateus 16:21-28.
Mensagem:
O Que Realmente Importa
            Vários anos atrás um amigo meu visitou uma exposição de relíquias da viagem do Titanic, de triste memória. Os visitantes da exposição receberam uma réplica do bilhete de viagem com o nome de um dos passageiros ou de membros da tripulação, que décadas antes, tinham embarcado para a viagem de suas vidas. Após o grupo de turistas andar pela exposição observando jogos de talheres de prata e outras peças de arte, o passeio acabou com uma virada inesquecível.
            Num grande quadro estavam os nomes de todos os passageiros, incluindo sua posição social – primeira classe, segunda classe, tripulação. Enquanto meu amigo procurava o nome da pessoa cujo bilhete ele estava segurando, percebeu que havia uma linha no quadro dividindo os nomes. Acima da linha estavam os nomes dos que foram salvos e abaixo da linha os nomes dos que estavam perdidos.
            O paralelo com a vida na terra é intenso. Na verdade, é indiferente como o mundo classifica nossa posição social. O único fato que realmente importará é se você está “salvo” ou “perdido”. Como disse Jesus: “Pois que aproveitará o homem se ganhar o mundo inteiro e perder a sua alma?…” (Mateus 16:26). Talvez você já creu em Jesus Cristo para sua salvação. E os seus companheiros de viagem? Ao invés de avaliá-los por sua aparência exterior, converse com eles sobre o seu destino final.
FONTE:
Joseph M. Stowell