quinta-feira, 30 de dezembro de 2010

Sua filha morreu, não incomodes mais o mestre

"Tendo Jesus voltado no barco, para o outro lado, afluiu para Ele grande multidão; e Ele estava junto do mar. Eis que se chega a Ele um dos principais da sinagoga, por nome Jairo,e,vendo-o, prostra-se aos seus pés, e insistentemente lhe suplica: Minha filhinha está à morte; vem, impõe as mãos sobre ela, para que seja salva, e viverá. E Jesus foi com ele. Grande multidão o seguia,comprimindo-o... Falava ele ainda quando, chegaram alguns da casa do chefe da sinagoga, a quem disseram: Tua filha já morreu; por que ainda incomodas o Mestre? Mas Jesus, sem acudir a tais palavras, disse ao chefe da sinagoga: Não temas, crê somente" (Marcos 5:21 a 24 e 35, 36).
Ver um filho doente não é fácil. Quando a enfermidade acomete um dos filhos, o sofrimento dos pais é muito grande. Uma menina de doze anos é como um botão de rosa e o botão de rosa de Jairo estava murchando, morrendo.
Talvez a mulher de Jairo, tenha pedido a ele que levasse a menina até Jesus. Num primeiro instante ele pode ter relutado, mas a situação chegou num ponto, que ele vai até Jesus, clamar por sua filha e no meio do caminho, surge uma mulher que sofria de hemorragia. Que situação! Uma pessoa interrompeu o percurso de Jesus até a sua casa, retardando o milagre. Aquela parada poderia custar a vida de sua filha. Mas Jesus parou e curou aquela mulher fisicamente, socialmente e espiritualmente.
Jesus foi a casa de Jairo e curou sua filha, mas antes Jairo presenciou Jesus curar uma mulher que tinha um fluxo hemorrágico há anos. Que experiência tremenda.

Com esse texto aprendemos algumas lições:
- Em situações de medo, precisamos superar obstáculos
Quando sobrevém o medo, temos que depositar nossa fé e confiança em Jesus.  Quando o medo chega, as situações nos ajudam a colocar em ordem a nossa prioridade. Jairo era um homem muito ocupado, mas na hora da prioridade o que interessava era cuidar de sua filha. O que deve interessar a você homem é ser um bom marido, um bom pai...
Jairo era um homem de sucesso e muito ocupado com suas responsabilidades, suas prioridades deveriam estar invertidas. Isso acontece com muitos de nós. Após Jairo vivenciar uma situação de medo, todos os seus títulos não tinham mais valor, agora era sua família que interessava.
Não existe problema em  ter sucesso, ter ocupações, mas precisamos ter nossas prioridades de maneira correta.
- As situações de medo, deixam nosso orgulho de lado e permite que Deus trabalhe em nosso favor
No meio das lutas o nosso orgulho cai por terra. Jairo era um homem importante, mas na situação de medo, teve que admitir que era um necessitado da graça e do favor de Deus.  Ele se aproximou de Jesus com extraordinária humildade, e se prostrou aos seus pés.
 
- Situações de medo nos fazem lembrar que somos mortais, e nos conduzem a confiar em Jesus
Algumas pessoas no decorrer da vida, esquecem que tudo que possuem, irá acabar. Por isso a Bíblia nos adverte em Tg 3,13.
O que é a vida?  As situações de medo nos levam a confiar em Deus. No meio da situação de morte, só Jesus venceu a morte. Precisamos daquele que venceu a morte e só Ele venceu.
Talvez você possa estar enfrentando alguma situação de medo. Um problema no casamento, na família, nas finanças..., quem  sabe Deus esteja permitindo isso para tirar o seu orgulho e levá-lo  a confiar em Jesus, para que Ele seja glorificado?
Todas as coisas cooperam para o bem daqueles que amam a Deus. O Senhor trabalha na nossa vida e coloca em ordem as nossas prioridades.
Confiar em Jesus nem sempre e tão fácil. Jairo enfrentou impedimentos, obstáculos. Ele enfrentou impedimento da opinião publica, do seu orgulho... Dos pranteadores ao chegar em sua casa.   Os obstáculos podem abalar a nossa confiança, mas Jesus encoraja a nossa fé. Ele fez isso com Jairo no meio da crise. Jesus nos aceita no ponto em que estamos e nos encoraja a confiar n’Ele.  
Jesus trabalha conosco na nossa féEla pode ser pequena, fraquinha, mas o Senhor nos pega pelas mãos e chega na hora certa na nossa vida.  Jesus chegou na hora certa na casa de Jairo.
O Senhor entusiasma a nossa fé, operando na vida dos outros
Quando Jairo viu Jesus curando a mulher hemorrágica, foi uma interrupção, mas ao mesmo tempo, viu Cristo curando aquela mulher; ou seja, se Jesus cura aquela vida, ele cura a da minha filha também.

Às vezes, Deus nos coloca em espera, para recebermos a bênção na hora certa.
Jesus olhou para Jairo com ternura, quando o mesmo estava aflito por sua filha. “Não temas Jairo, ela apenas dorme” e Jesus tocou no corpo da menina. Quando a vida toca na morte, a morte tem que sair.
“Vinde a mim todos vós que estais cansados e sobrecarregados e Eu vos aliviarei”
Pr. Elienos Lago

Nenhum comentário:

Postar um comentário